• Ilka Westermeyer

Final Feliz - Frida

Atualizado: 26 de Out de 2020

Hoje vamos contar um pouco da história da nossa adotadinha Frida.

Final Feliz - Gatinha Frida Adotada


Olha o que a mamãe dela escreveu pra gente:


Em Outubro de 2018 perdemos a nossa gatinha Luna. Foi uma dor muito forte, pois era a segunda perda de um pet em 7 meses. Sua irmã Nyx, que estava presente desde a barriga entrou em depressão. Após muitos choros e emoções, surgiu a ideia de adotar outra gata para lhe companhia, com um jeitinho mais calmo e bondoso, assemelhando-se com a nossa antiga.


Com muitas buscas no Instagram, conheci um perfil que me chamou atenção pelo nome e pelo cuidado que eles demonstravam ter pelos animais, o Gatinhos Pedra da Cebola. De imediato a foto de uma gata siamesa com aproximadamente 6 meses nos chamou atenção, pelo jeitinho e nome criativo, a Frida. Marcamos de conhecê-la e pela supresa de todos, minha mãe foi a primeira em que ela ficou no colo sem ter medo, na hora percebemos a conexão que tinha acontecido entre elas.


Final Feliz - Gatinha Frida Adotada

Inicialmente, Fridoca era muito medrosa e desconfiada (por ter vivido na rua e provavelmente ter sofrido algum trauma), precisou de muita paciência e calma para a adaptação. Finalmente, quando Zara (a caçula do trio) chegou em Dezembro, tornou-se melhor amiga da Frida.


Hoje em dia, após quase 2 anos de adoção, Fridoca ficou conhecida por ser a mais carinhosa e parecida com um cachorro. Ela se apegou muito a minha mãe, pede pra dormir junto, brinca com qualquer coisa que aparecer, implica com as outras irmãs e é a mais obediente!


Acreditamos que nada é por acaso e com total certeza afirmamos: a Frida foi um presente divino e enviado no momento certo. Agrademos eternamente pelo carinho e preocupação que a Equipe do Gatinhos tiveram por nós!


PS: Amamos tanto a ONG, que depois de 2 meses, minha irmã adotou a Safira 😍



Ficamos muito felizes pela Frida


Frida era extremamente medrosa e ganhou uma família maravilhosa, que teve uma super paciência com a adaptação dela. O que fica dessa história também é a importância de dar a chance a um outro gatinho mesmo após perder um especial. Sempre tem algum precisando de muito amor e que também saberá retribuir todo esses carinho! O amor só multiplica.


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo