Estropiado

Residente Permanente

MACHO

9 anos

alfa

castrado

ADOTADO_edited.png

Estropiado recebeu esse nome por estar sempre machucado por causa de brigas com outros gatos. Ele é o Macho Alfa do Parque Pedra da Cebola. Há relatos de que ele mora no Parque há 9 anos. Se você é um frequentador do Parque, com certeza já cruzou com ele dando suas voltinhas ou tomando um solzinho.

Ele já recebeu vários apelidos carinhosos, dentre eles “Pai de todos” e “Brocado”. Ele até deixa chegar perto, mas não tentem passar a mão, o arranhão é garantido.

Estropiado recebe cuidados médicos no local e está sendo acompanhado e alimentado diariamente.

ADOTADO_edited.png

18 DE JANEIRO DE 2021
Estropiado já voltou ao Parque. Por ser um gatinho arisco, acostumado com a vida livre, não seria justo deixarmos ele trancado em uma gaiola ou até mesmo em um apartamento. Por isso, a melhor opção é soltá-lo de volta ao seu habitat natural e acompanhar ele com alimentação diaria. Queremos agradecer muito o carinho e atenção da Dr. Polyana, Sarah Rezende, Fernanda Fanzeres e de toda equipe do Vet Medical Center!

14 DE JANEIRO DE 2021
Para receber os primeiros cuidados e fazer os exames, Estropiado precisou ser sedado. O abscesso foi drenado e também já aproveitamos logo para realizar a castração. Agora Estropiado não pode mais ser papai, será que assim controlaremos a população do Parque? Apesar de tudo, o exame de sangue dele está bom, mostrando apenas a infecção devido ao abscesso. Esperamos agora ver um gatinho gordinho e sem marcas de briga e, quem sabe, até aceitando um carinho né?!

10 DE JANEIRO DE 2021
Finalmente conseguimos capturar o machão alfa do Parque. Muitos de vocês já o viram por lá, alguns mandavam fotos para nós porque ele sempre estava com a cara machucada devido a brigas. Após quase 4 anos tentando capturar para castrar, finalmente conseguimos! Fazia um tempo que ele não aparecia no Parque e depois apareceu com um abscesso horrível no rosto. Logo nos mobilizamos e dessa vez não poderíamos sair do Parque sem resgatá-lo. Ficamos desde as 16h tentando, mas ele é muito esperto e bem bravo, e conseguia fugir. Aproximadamente 20:30h, enquanto ele descansava em uma pedra, com o auxílio de um puçá, conseguimos prender ele. Como ele tem muita força, ainda tivemos que enrolar com outra rede e um cobertor. Após tantas tentativas não poderíamos deixar ele fugir e perder essa oportunidade. Imediatamente ligamos pra Dr. Polyana e ele foi direto pra o Vet Medical Center na Praia do Canto onde a tia Sarah Resende o recebeu.